Aman Resorts, o luxo zen


Aman Resorts, o luxo zen
MERCADO | Estilo de Vida
Por Gabriela Otto – 10/06/2011
Adrian Zecha, um rico indonésio educado nos Estados Unidos, sempre foi empreendedor. Sua primeira experiência com a indústria hoteleira foi ajudando a cadeia Marriott com novos negócios na região asiática. Essa experiência levou Adrian a ser um dos cofundadores da Regent International Hotels, primeiro grupo de hotéis de luxo da Ásia.Em 1987, já como um bem-sucedido empresário, passeava por Phuket, Tailândia, procurando um terreno para construir sua casa de férias. Passando por uma plantação de cocos, em uma praia paradisíaca, teve a ideia de construir um pequeno resort boutique no local.

Em janeiro de 1988, com quatro milhões de dólares investidos do próprio bolso, Adrian Zecha e um amigo de longa data inauguraram o Amanpuri, primeiro hotel da bem-sucedida rede Aman Resorts.

Reprodução
Amanpuri (Lugar de Paz) Resort – Phuket, Tailândia.

A partir daí, o desenvolvimento foi consequência natural da sua habilidade para o negócio hoteleiro. Logo em seguida, foi a vez do Amandari Resort, em Bali, que confirmou a tendência minimalista de Zecha e o charme da escolha dos destinos exóticos e com foco na natureza e cultura local.

Reprodução
Amandari (Espíritos da Paz) Resort – Bali, Indonésia.

Hoje, a empresa tem 24 hotéis em 15 países, mas sempre mantendo a ideia do seu fundador de não se tornar uma grande rede hoteleira. “Se você medir sucesso pelo número de apartamentos de uma empresa do ramo hoteleiro, a Aman Resorts não conquistou muito. Nós nunca focamos em ser os maiores. Preferimos pensar de maneira intimista e envolvente. E não é porque somos menores que nos tornamos melhores que grandes hotéis. Somos somente diferentes. Aman Resorts corresponde ao estilo de vida contemporâneo. Isso é o que oferecemos, uma experiência de estilo de vida, sem limitações”,afirma Adrian Zecha.

E ele não poupou esforços. O foco nos detalhes e os serviços excepcionais fazem da Aman Resorts um sucesso na indústria da hospitalidade de luxo e já vale em torno de 400 milhões de dólares.Os resorts são únicos, não somente por seus destinos diferenciados, mas seu design, estilo “zen” e a experiência geral dos hóspedes, que saem maravilhados, cheios de boas memórias.

Com um pequeno número de bangalôs (máximo de 50), Zecha contratou renomados arquitetos e designers como Ed Tuttle, Kerry Hill e Jean-Michel Gathy para dar um toque ainda mais exclusivo aos seus empreendimentos.

Além disso, são quatro funcionários para cada hóspede e nada de recepção ou lobby tradicionais. A ideia é de que os hóspedes se sintam em uma residência de férias.
Também não existem apartamentos convencionais em um Aman, mas bangalôs, vilas ou tendas, quase sempre com piscinas privativas e confortáveis áreas de descanso e alimentação ao ar livre.

Está claro que os 900 dólares de diária não foram conquistados à toa. O foco no bem-estar, na qualidade de vida, na sustentabilidade e na conexão emocional e espiritual com o destino, transformou a Aman Resorts na marca predecessora do atual conceito de luxo experiencial no segmento hoteleiro.

Aman Resorts no Brasil

Em 2008, a rede anunciou dois empreendimentos no Brasil, em Mangaratiba, Rio de Janeiro, e outro na Praia da Pituba, em Alagoas. Na época, Zecha foi taxativo: “Faltam produtos de primeira linha no Brasil e nós vamos trazê-los!”

O ano de 2010 seria marcado com a inauguração do primeiro resort Aman no nosso país, mas ainda estamos esperando. As constantes mudanças no controle acionário da empresa tornaram o projeto inicial de expansão de Adrian bem mais lento.

Reconhecimento

Mesmo com o crescimento comprometido, desde sua inauguração, a Aman Resorts nunca parou de receber prêmios. Condé Nast Traveler, Zagat Survey, Gallivanter’s Guide, Harper’s Hideaway e Travel & Leisure são alguns exemplos do sucesso da marca ao redor do mundo.

Mesmo com tantos prêmios, em 2005, o talento de Adrian Zecha foi reconhecido com o Innovation Award no 16th Annual Hotel Investment Conference Asia Pacific (HIPAC), pelo conceito inovador que ele trouxe para a hotelaria. Mas, neste ano, no dia 13 de junho, o fundador da Aman Resorts receberá um dos mais importantes reconhecimentos da indústria de hospitalidade de luxo do mundo, o Lifetime Achievement Award,oferecido pela ILTM (The International Luxury Travel Market), Ásia, 2011. Mais que merecido! Conheça um pouco mais dos Aman Resorts e entenda o motivo da escolha do nome “Aman”, que em urdu significa “Paz”:

Reprodução
Amanjena Resort, Marrocos.
Reprodução
Aman Nova Délhi, Índia.
Reprodução
Amanpulo (Ilha da Paz) Resort – Filipinas.
Reprodução
Amangiri Resort – Utah (quase fronteira com o Arizona), Estados Unidos.
Reprodução
Amangiri Resort – Utah (quase fronteira com o Arizona), Estados Unidos.
Reprodução
Aman at Summer Palace – Beijing, China.
Reprodução
Amantaka Resort – Phousi Hill, Laos.
Reprodução
Amansara Resort – Camboja.

Para mais informações: www.amanresorts.com

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s